Roswell, UFOs e o Projeto Pandora

in Aliens/Caso Roswell/Casos Desvendados/CIA/Documentos Revelados/Documentos Secretos/FBI/National Security Archive/News/OVNIS/UFO Crashes/UFOS/USAF by

Hoje, tranquilamente você pode ir no site do Departamento de Defesa pode encontrar um arquivo que tenha sido desclassificado através do Freedom of Information Act (FOIA) sobre o tema do Projeto Pandora (que, de forma significativa, estava focada em segredos da Guerra Fria, e assuntos tipo: “Como microondas podem afetar a mente e corpo).”

TS-MAJIC
É um arquivo fascinante que remonta décadas. É um arquivo extenso, pois possui cerca de 500 páginas e é composta de uma série de documentos notáveis. Mas, aqui está um fato estranho, se você for até a página 449, você vai ver que ela contém uma cópia do polêmico “MJ12 / Eisenhower Briefing Document” sobre o caso Roswell UFO, de 1947!

eisenhower_briefing01-570x812

majestic <-Acesse o documento aqui

Claro que a maioria da comunidade ufológica sabe que um documento como este sugere muitos debates sobre sua autenticidade ou origem, pois a cópia do EBD embutida no arquivo Pandora tem uma nota escrita à mão sobre ela, afirmando que: “Isso não pode ser autenticado como um documento oficial DoD.”

Bem, isso é bastante justo, é algo que a maioria das pessoas dentro de Ufologia concordaria com, realmente não foi autenticada. Mas, aqui está o problema, o que é uma cópia do EBD fazendo em um arquivo DoD junto com o arquivo do Projeto Pandora? Vamos olhar para o que sabemos.

Um dos maiores problemas que assombra o caso Roswell são justamente os documentos vazados, fotos, testemunhos, filmes, mais tarde atestados como falsos e por ultimo agora uma série de Slides, convenientemente encontrados durante uma limpeza, post mortem, de uma casa onde supostamente vivia um casal envolvido com operações e agências do governo. Estes Slides, que conforme a mídia, estão causando um alvoroço nos entusiastas UFOS, estão cercados de mistérios do tipo, imagens borradas propositalmente para que a confirmação não seja conhecida antes de um grande evento Ufológico que ocorrerá em Maio. Sinceramente, acho que assim como aquele caso do ET de Atacama, do projeto Sirius, que depois de um estardalhaço como o que está sendo feito agora, estava com um pé atras, porém, esta semana quando vi que Jaime Maussan do programa Terceiro Milênio também estava envolvido, fiquei com os 2 pés, para não dizer, a distância, pois como vou acreditar em um jornalista que atribui o nome OVNI a um simples balão de Gás?

Voltado ao caso Roswell, todos este material que vazou até hoje reivindica que alguma coisa caiu ou aterrisou no Rancho Foster, no condado de Lincoln, em julho de 1947.

Em 1987, no entanto, a situação mudou drasticamente. Naquele ano, o livro best-seller de Timothy Good, Above Top Secret, foi publicado. Um dos aspectos mais controversos do livro foi a discussão de um documento que supostamente originou-se com um grupo de pesquisa e desenvolvimento de material classificado estabelecido pelo Governo dos EUA em 1947 para lidar com o incidente em Roswell. Foi, assim diz a história, conhecida também como Majestic 12, MAJIC 12, e MJ12.

READ  Objeto Triangular fotografado sobre a Georgia, USA

Classificada como “Top Secret/Majic Eyes Only”, o documento pode essencialmente ser dividido em duas partes. O primeiro é um briefing de 1952 preparado pelo almirante Roscoe H. Hillenkoetter (o primeiro diretor da CIA) indicado pelo presidente eleito Eisenhower. Ele informou ao presidente que uma nave alienígena foi recuperada em Roswell e informou-o sobre o grupo MJ12, suas atividades e de associação.

O segundo é um memorando do presidente Harry Truman 1947 para a Secretária de Defesa,  James Forrestal, que autoriza a criação de MJ12.

 

Pouco depois, Timothy Good publicou cópias dos documentos MJ12 em maio 1987, cópias adicionais vieram à tona publicamente, desta vez nos Estados Unidos, depois de ter sido liberado pela equipe de William Moore, Stanton Friedman e o produtor de televisão, Jaime Shandera. Moore trabalhou tranquilamente com um número de insiders de inteligência que lhe contataram, na sequência da publicação do livro de 1980, ele tinha co-autoria com Charles Berlitz,autor do livro “The Roswell Incident”.

De vez em quando, e sob circunstâncias distintamente “Por debaixo dos panos”, papéis de aparência oficial foram passados para Moore por sua chamada “Deep Throat”, como fontes. A implicação era que alguém do governo desejava colocar à disposição o material para a comunidade de pesquisa UFO, incluindo os dados pro-UFO em Roswell, que de outra forma teria permanecido para sempre fora do domínio público.

Não é preciso comentar que toda a controvérsia a autenticidade ou não dos documentos e as circunstâncias em que eles vieram à tona incomodou muita gente. Alguns reforçaram a ideia de que eles eram documentos oficiais, secretamente vazados por fontes internas ligadas à comunidade de inteligência. Outros, porém, gritaram “Hoax!” Enquanto alguns suspeitaram da documentação foi, possivelmente, algum tipo de desinformação, projetado para turvar as águas já escuras de Roswell ainda mais.

Não foi apenas o campo da Ufologia que estava interessado na saga MJ12. Extra-Oficialmente, alguém se sentou e tomou nota dos documentos notórios, também, como veremos a seguir.

No Outono de 1988, uma investigação dos documentos MJ12 foi conduzida pela divisão de Contra-Inteligência do FBI. Tudo aconteceu fora dos dominios de Washington e Nova York. Algumas entradas na investigação também vieram do escritório do FBI em Dallas, Texas.

READ  Entidade alienígena entra em Vulcão Mexicano

Em 15 de setembro de 1988, um agente da Força Aérea instituto de Investigador Especial foi contatado pelo FBI de Dallas e forneceu ao Bureau uma outra cópia dos documentos MJ12. Em seguida, em 25 de outubro de 1988, o escritório de Dallas transmitiu uma “Secret Airtel” de duas páginas para a sede que têm a seguinte redação:

“Envelope lacrado para o Bureau que contém um possível documento classificado. Dallas observa que dentro das últimas seis semanas, tem havido publicidade local em matéria de “OPERAÇÃO MAJESTIC-12 “, com pelo menos duas aparições em um programa de rádio local, discutindo a “OPERAÇÃO MAJESTIC-12”, os indivíduos envolvidos, e a tentativa do Governo para manter tudo em segredo. “

O Redator da Mensagem contnua…

“Não se sabe se isso tudo faz parte de uma campanha publicitária. [Censurado] do OSI, informando que ‘OPERAÇÃO BLUE BOOK “, mencionado no documento na página 4 existia. Dallas percebe que o documento suposto tem mais de 35 anos de idade, mas não sei se ele foi corretamente desclassificado. A Mesa é convidada a discernir se o documento ainda está classificado. Dallas suspenderá qualquer investigação em suspenso até nova direção a partir FBIHQ “.

Em parte como resultado das ações do Escritório do FBI de Dallas, e em parte como resultado da investigação realizada pela Contra-inteligência do FBI, em 30 de novembro de 1988 uma reunião organizada teve lugar em Washington DC entre agentes do Bureau e aqueles do AFOSI. Se o AFOSI tinha informações sobre MJ12, disse que o Bureau gostaria de saber.

Uma comunicação secreta de volta para o escritório de Dallas proveniente de Washington em 02 de dezembro de 1988 contém a seguinte redação:

“Esta comunicação é secreta e classificada na sua totalidade. Referência Dallas Airtel datado de 25 de outubro de 1988. Referência Airtel solicitou que FBIHQ determinasse se o documento fechado por referenciado Airtel foi classificado ou não. O Escritório de Investigações Especiais, Força Aérea dos EUA, aconselhou, em 30 de novembro de 1988, que o documento foi fabricado. Cópias do documento foram distribuídos para várias partes dos Estados Unidos. O documento é completamente falso. Dallas deve fechar inquéritos atribuidos. “

Para reforçar a conclusão do governo de que os documentos não eram genuínos, carimbos oficiais e mensagens (alguns do último escrito em caneta preta) foram adicionadas às cópias dos documentos MJ12 na posse tanto da USAF e do FBI e que reforçaram a conclusão hoax.

As cópias dos documentos MJ12 contidas no arquivo de projeto Pandora do DoD (como você vai ver no link contido na primeira linha deste artigo) também têm uma mensagem semelhante escrito sobre eles, onde se lê: “Isso não pode ser autenticado como um funcionário documento DoD. “

A lógica sugere que a mensagem foi escrita (provavelmente) em torno do final de 1988, que é quando a Força Aérea e do FBI estavam ocupados adicionando mensagens quase idênticas às suas cópias.

READ  FOX NEWS - Aumento de Avistamentos de UFOS em 2012

E, uma vez que vários pesquisadores UFO tinham protocolado solicitações ao Freedom of Information Act (FOIA) com todos os tipos de agências oficiais para os dados dos documentos MJ12, faz sentido que o DoD tivesse cópias em arquivo, também, assim como AFOSI e o FBI.

Com isso tudo observado, vamos dar uma olhada mais de perto no Projeto Pandora.

Exopaedia possui notas do programa que, no início dos anos 1960, “… a CIA descobriu que a embaixada dos Estados Unidos em Moscou foi” bombardeada “com EMR (radiação eletromagnética). O sinal era composto de várias frequências. O Projeto de Pandora foi destinado a investigar e reunir dados sobre esse experimento russo. O pessoal da embaixada não foi informado da existência do feixe, ou do projeto de Pandora “.

Exopaedia continua dizendo que, “o sinal se destinava a produzir a visão borrada e perda de concentração mental. Investigação sobre os efeitos sobre o pessoal da embaixada, no entanto, mostrou que eles desenvolveram anomalias na composição do sangue e contagem de cromossomos anormais. Algumas pessoas ainda teriam desenvolvido uma doença de sangue com sintomas parecidos com os da leucemia. “

Então, o que temos aqui é um arquivo em um programa que remonta ao início dos anos 1960 e que foi focado principais preocupações de que os soviéticos na estavam tão bem como diziam. Mas, mesmo assim, ainda não fornece a resposta para uma questão importante: por que é muito controverso, questionável, o documento sobre alienígenas mortos, vitimas de um incidente com um UFOs, e um projeto supostamente altamente classificada para investigar ambos, contido em um arquivo no DoD daquele velho documento que tratava das operações na Guerra Fria instigado pelos russos?

Não tenho respostas reais ao que poderíamos chamar de “O Mistério das Microondas e MJ12.” Talvez alguém lá fora, saiba.

 

BannerFans.com

Comments on Facebook

Latest from Aliens

Go to Top

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com